Sai acordo para os demitidos da Webjet

Lupa - Nestle - 728 x 90

Demitidos da Webjet:  trabalhadores poderão receber indenização ou ser contratados pela Gol

Foi homologado na sexta-feira (4) no Tribunal Superior do Trabalho, o acordo para que os comandantes, copilotos e comissários de bordo da antiga Webjet, demitidos da Webjet em 2012 após a compra da empresa pela Gol, sejam indenizados. Foram 850 trabalhadores demitidos na época sem negociação com o sindicato, o que motivou o Ministério Público do Trabalho a abrir uma ação civil pública.

Os comandantes terão direito a R$ 70 mil, os copilotos receberão R$ 40 mil e os comissários de bordo, R$ 15 mil. Os valores serão depositados em duas parcelas: a primeira em 20 de janeiro de 2016 e a segunda, em 5 de fevereiro.

Em troca, os profissionais precisam desistir de ações individuais.

Demitidos da Webjet
(Divulgação: www.facebook.com/voegol)

Os profissionais demitidos da Webjet ainda podem optar por serem contratados pela Gol em vez de receber a indenização. Os interessados terão os nomes colocados em uma lista, com prioridade nas futuras contratações da companhia aérea.

Se contratar alguém de fora, em vez de usar os nomes nesta lista, a empresa pagará multa de R$ 1 milhão por profissional, segundo o acordo. Esse valor será revertido a todos os trabalhadores da lista.

Enquanto não são convocados para o novo trabalho, os profissionais têm direito a plano de saúde, pago pela Gol, durante dois anos.

De acordo com a Procuradoria Geral do Trabalho, o acordo não foi assinado pelos aeroviários (funcionários que trabalham no solo), mas se assinarem o termo de adesão, têm direito a indenização individual de R$ 5.000,00, mas não têm a opção de serem contratados pela Gol.

 

Demitidos da Webjet

A Webjet Linhas Áreas deixou de operar em 23 de novembro de 2012 após a autorização do CADE da compra feita pela Gol Linhas Aéreas, sendo assim demitidos 850 funcionários nos meses seguintes da conclusão da incorporação com a companhia aérea Gol Linhas Aéreas.

A Webjet foi uma empresa aérea brasileira que operava no conceito low cost (baixa tarifa). Sua sede estava localizada na cidade do Rio de Janeiro. Iniciou suas operações aéreas em julho de 2005, voava na sua primeira fase entre Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo (Guarulhos), Brasília, Porto Alegre e Florianópolis.

Lupa - Nestle - 728 x 90